Navegue
28
maio
2018

Entrevista: Ludmilla Rossi

A Mkt Virtual pintou no meu radar por conta de um baralho muito nerd. Há muito tempo atrás, quanto isso aqui ainda era mato (e muito mais divertido), um baralho me levou à Ludmilla Rossi. Uma mulher linda, sempre ruiva, de Santos (SP), que sabe como poucas criar novos negócios.

A Lud é pessoa de fazer. E sempre é muito. Na última newsletter que recebi tinha: Alpha Beat Cancer, um game para ajudar as crianças a entender como se trata e cura o câncer; a palestra da moça querida no Festival Path no último fim de semana e várias dicas ótimas de leituras, vídeos, fontes.

O melhor – que inclusive compartilhei em grupos e salvei nos repositórios de links – é um artigo no JuicySantos  – 6 perguntas para fazer na entrevista de emprego – que mostra como inovação pode ser algo praticado em todos os momentos da vida, com um pouco de inteligência e muita presença.

Esta é Ludmilla Rossi. Uma mulher que luta e vence muitas batalhas. Saiba um pouco mais

Ludmilla Rossi – a empresária do bem

Profissão e idade

CMO e empreendedora serial, 36 anos

Quais são seus projetos mais queridos?

Pergunta difícil, é quase como responder qual dos “filhos” é o mais bonito, HAHAHA.

Mas sou apaixonada pelo Juicy Santos, que foi um site que criei junto com a Flávia Saad, para mostrar o lado bom da cidade em que moro. E se desdobrou em um negócio social (o Juicybazar).

Pela Mokotó Filmes e Histórias, que é uma content house audiovisual onde aprendo diariamene e pela Mukutu, que me deu bastante alegria esse ano e 2 prêmios internacionais com o Alpha Beat Cancer.

E claro, pela Mkt Virtual que no fundo é quem criou um jardim imenso para todos esses projetos acontecerem.

 

O que você faz na internet?

Escrevo e leio bastante.

E viagens imaginárias o tempo todo.

 

Qual é o seu maior sonho?

Viver com saúde e com total liberdade.

E conhecer 50 países antes dos 50 anos.

 

Qual a sua maior decepção?

Ter falhado e decepcionado algumas pessoas.

Não conseguir atender as expectativas que depositam em mim é algo que me decepciona.

 

Quais as suas redes preferidas e por que?

You Tube e Medium é onde mais me sinto acolhida e faço o que mais gosto: aprender

Instagram e Pinterest adoro também, mas mais na inspiração paralela.

E por incrível que pareça, venho me apaixonando pelo LinkedIn.

P.S.: a Lud, como eu, lutou e venceu contra um câncer. Dá orgulho e comoção ver a pessoa colocar um projeto como o Alpha Beat Cancer – que recebeu dois prêmios importantes ano passado – no ar.


Also published on Medium.

Postado por:
Categorias:
web/blogosfera

Procurar

Canais

Novidades por e-mail

Se quiser receber as atualizações por e-mail, deixe seu endereço aí embaixo...

@lufreitas

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons — Tema LadybugBrasil desenvolvido por André Bets e Fabio Lobo