Navegue
14
dez
2011

Presentes de Natal podem ser sustentáveis

Feliz Natal 2010, Thomás, CC-BY

Natal é tempo de presentes – o que significa compras. O resultado se vê pelas ruas e centros comerciais de (quase) todas as cidades do mundo: gente em busca de presentes. Horas e horas gastas em congestionamentos, filas para estacionar e até pagar.

Se a cena é comum nos fins de ano – pode esperar a matéria no Jornal Nacional no dia 23 – há saídas. Dos enfeites aos presentes, sem esquecer da ceia. Sim, porque é possível comemorar sem gastar.

O primeiro passo é planejar. Quanto você tem disponível para o fim de ano? Poupe o seu 13º, se tiver, e estipule o que pode gastar. Vale, inclusive, zero!

Feito o orçamento, estipule o quanto vai gastar com cada necessidade natalina: viagem (sim, também entra); ceia, presentes, decoração.

Isso feito, decida quem vai presentear. E estipule preços máximos para cada um. Lembrancinha, quanto vale? E o presente? Lembre: não é importante o valor, mas o gesto e o carinho com que você escolheu.

Se quiser esverdear de vez, aproveite para tomar algumas medidas importantes:

Escolha produtos de comércio justo – eles garantem que quem fez ganhou o suficiente pelo seu trabalho.

Procure o que tem menos impacto sobre o meio ambiente. Eu, por exemplo, sempre vou preferir dar uma bolsa La Reina Madre, feita de tecido e com carinho, a uma de couro.

Aqui nós já falamos muitas vezes sobre lugares que fornecem produtos “ecologicamente corretos”:

Greenvana – loja tem de roupa a brinquedos, sem esquecer produtos interessantes, como a Ecobola, que lava a roupa direitinho sem sabão ou amaciante.

Joanninha – Brinquedos de qualidade, que não prejudicam o meio ambiente e circulam. Proposta genial.

Mãos Brasil – Fazem brindes bacanas e melhoram a vida.

Tekoha – produtos lindos e úteis, de diversas cooperativas, com certeza de comércio justo.

Artesanato mineiro – Site com o trabalho de diversos artesãos de Minas.

WooDesign – marcenaria em sua versão mais bacana, feita sob medida para reaproveitar e manter a vida circulando.

Revira Ideias – o único e-commerce que conheço que só tem produtos “sustentáveis”. Preço alto.

Outros links que já passaram aqui no Ladybug:

http://www.compresustentavel.com.br/

http://www.arrastao.org.br/produtos.html

http://www.artesol.org.br/principal2.php

Lojinha do Ponto Solidário: http://www.conectmidia.com.br/lojavirtual/busca.php?&lj=30&qual=887

Importante lembrar que está em cima da hora para comprar online, confira muito bem estoque e prazo para não ter surpresas.

E lembre: ser sustentável é manter-se no orçamento. Sempre. Afinal, economizar recursos é fundamental para cuidar bem do meio ambiente.

Foto: Thomás, CC-BY

Postado por:
Categorias:
ecologia

Procurar

Canais

Novidades por e-mail

Se quiser receber as atualizações por e-mail, deixe seu endereço aí embaixo...

@lufreitas

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons — Tema LadybugBrasil desenvolvido por André Bets e Fabio Lobo